segunda-feira, 9 de julho de 2012

Na seca, cacto alimenta o gado.

quarta-feira, 16 de maio, 2012
É triste ver a caatinga sendo destruída, no Nordeste, sem que muitos estudos sejam feitos para atestar a riqueza de sua flora.

A riqueza pode ser comprovada com o xiquexique.

Nesse tempo de estiagem, o cacto é um dos poucos sobreviventes da flora sertaneja. E alimenta o gado faminto.

Para essa tarefa, os agricultores agem cuidadosamente.

Antes de servi-lo aos animais, queima-se o cacto para acabar com os espinhos, que são muitos.

“O gosto não é lá dos melhores”, diz o vaqueiro Cláudio Olímpio de Sá, 58 anos, morador de Floresta, no Sertão pernambucano.

Mas na ausência de outros vegetais, completa o vaqueiro, o xiquexique torna-se a salvação para os bichos sujeitos à fome.

Eis um motivo para se investir na proteção da caatinga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aventura Selvagem em Cabaceiras - Paraíba

Rodrigo Castro, fundador da Associação Caatinga, da Asa Branca e da Aliança da Caatinga

Bioma Caatinga

Vale do Catimbau - Pernambuco

Tom da Caatinga

A Caatinga Nordestina

Rio São Francisco - Momento Brasil

O mundo da Caatinga