quarta-feira, 11 de julho de 2012


Movimentos sociais do Cabo recolhem assinaturas contra a maior termelétrica do mundo


sexta-feira, 7 de outubro, 2011

O movimento popular do Cabo de Santo Agostinho comprou a briga contra a implantação da Suape III, prevista para ser a maior termelétrica do mundo.

Desde às 9h, o movimento recolhe assinaturas no centro da cidade. O passo seguinte é buscar apoios em escolas, igrejais e organizações sociais.

Ao fim, o abaixo-assinado será encaminhado ao governador Eduardo Campos.

“Não queremos ser o Cubatão de Pernambuco”, justifica Jairo Lima, escritor e um dos organizadores do movimento.

A preocupação dos moradores do Cabo tem justificativas.

Em algumas áreas do município, fuligem, fumaça e gases lançados por indústrias provocam doenças. As crianças estão entre as principais vítimas.

Esse foi um dos argumentos usados pelo Fórum das Entidades Populares do Cabo e Movimento Eco-Vida para a campanha “Usina suja, sou contra”.

O ato de hoje foi o segundo da semana contra a termelétrica.

Na segunda-feira, diversas entidades do estado lançaram a Frente contra a usina suja em Pernambuco, no Recife.

O empreendimento, anunciado em setembro, poderá produzir metade da energia da hidrelétrica de Xingó, instalada na divisa de Alagoas e Sergipe.

Especialistas afimam que a usina produzirá oito milhões de toneladas de CO2 por ano se funcionar ininterruptamente. Isso, segundo governo, não ocorrerá.

E os movimentos ficaram ao lado dos especialistas. Para eles, a mobilização contra a usina está apenas no começo. É só esperar.


por João Suassuna— Última modificação 15/06/2012 11:09

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aventura Selvagem em Cabaceiras - Paraíba

Rodrigo Castro, fundador da Associação Caatinga, da Asa Branca e da Aliança da Caatinga

Bioma Caatinga

Vale do Catimbau - Pernambuco

Tom da Caatinga

A Caatinga Nordestina

Rio São Francisco - Momento Brasil

O mundo da Caatinga