segunda-feira, 20 de maio de 2013


COMENTÁRIOS

João Suassuna - Pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco, Recife

Começou o desmantelo. A vazão afluente em Sobradinho começou a ser menor do que a vazão defluente. Isso significa dizer que a represa entrou em fase de depreciação volumétrica. O que preocupa, também, é a vazão liberada da represa de Itaparica, para o Baixo São Francisco. Apenas 1000 m³/s. Isso contraria as determinações do IBAMA, que estabeleceu uma vazão mínima, na foz do rio, de 1300 m³/s (vazão ecológica). Daqui para frente, só iremos ter volumes decrescentes na represa, consequência da suspensão das chuvas nas regiões do Alto e Médio São Francisco.

 por João Suassuna — Última modificação 17/05/2013 11:27

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aventura Selvagem em Cabaceiras - Paraíba

Rodrigo Castro, fundador da Associação Caatinga, da Asa Branca e da Aliança da Caatinga

Bioma Caatinga

Vale do Catimbau - Pernambuco

Tom da Caatinga

A Caatinga Nordestina

Rio São Francisco - Momento Brasil

O mundo da Caatinga